Curso gratuito – “Fact-checking, a ferramenta para combater notícias falsas”

A checagem de informações sempre foi uma parte fundamental do trabalho jornalístico. Contudo, com as redes sociais e a rapidez com que histórias e discursos públicos – falsos e verdadeiros – são difundidos, o papel do checador se tornou ainda mais crucial para separar fatos de boatos.

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) e o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, com o apoio do Google News Lab, vão promover o primeiro curso online e massivo sobre checagem de fatos e informações para jornalistas. O curso  “Fact-checking, a ferramenta para combater notícias falsas” acontecerá entre os dias 5 de junho e 2 de julho e será ministrado pela jornalista Cristina Tardáguila, diretora da Agência Lupa.

Segundo o Centro Kight, em quatro semanas, os participantes vão aprender as origens do fact-checking e suas principais plataformas, técnicas e metodologias por trás da checagem de fatos, princípios éticos, bastidores de alguns dos trabalhos de maior repercussão na área e ver, por meio de exercícios práticos, que qualquer um pode (e deve) ser um checador.

O curso foi pensado para jornalistas, mas está aberto a qualquer pessoa interessada em aprender a metodologia de checagem de fatos. Participantes que desejarem receber o certificado de conclusão devem cumprir os requisitos, solicitar o certificado e pagar uma taxa administrativa de US$ 30 usando um cartão de crédito internacional.

“Estamos a pouco mais de um ano de distância das eleições presidenciais de 2018 (no Brasil) e em meio a duas crises importantes: uma política e uma econômica. É um ambiente propício à disseminação de mentiras”, alerta Cristina. “Então abrimos esse MOOC (sigla em inglês para curso online, massivo e aberto) de fact-checking com o intuito de mostrar que qualquer um pode fazer checagem, mas que há técnica e é preciso ética nesse processo. São dois ingredientes indispensáveis”.

Você encontra mais informações nos sites do Centro Kight e a Associação Nacional de Jornais. E as inscrições podem ser feitas clicando aqui.

Share this Post

Deixe uma resposta