Facebook lança novos produtos para empresas de mídia

O Facebook está realmente focado em apresentar novas soluções para empresas de mídia. Nas últimas semanas mais novidades e produtos foram anunciados.  Confira abaixo as últimas novidades da plataforma:

Audience Direct

Projeto para ajudar os editores web a vender anúncios de vídeo segmentados usando dados demográficos e de localização do Facebook. Por exemplo, um editor pode usar o Audience Direct para garantir que um anunciante que esteja executando uma campanha voltada para mulheres entre 18 e 34 anos receba pelo que pagou.

Isso não é fácil para muitos editores, de acordo com Brian Boland, vice-presidente de soluções para editores do Facebook, já que nem sempre eles têm dados profundos o suficiente sobre seus próprios públicos. Os editores podem trabalhar com terceiros para medir a composição média de seus públicos-alvo. Mas entregar anúncios apenas para os consumidores que um anunciante está interessado em pagar para alcançar, muitas vezes pode resultar em adivinhação e desperdício, disse Boland.

O Facebook diz que em um teste recente, foi capaz de ajudar um editor a entregar os anúncios certos a 90% de um determinado público alvo, em comparação com uma média da indústria de 59%.

O Facebook indicou a ESPN, Hearst, A+E Networks e Scripps Networks como parceiros de teste inicial para o Audience Direct.

O plano é no fim desse teste experimental descobrir um modelo de negócios onde os editores ganhem mais dinheiro e o Facebook receba algum tipo de taxa.

O potencial do Audience Direct parece ser enorme, pois o Facebook tem dados sobre quase 2 bilhões de usuários, incluindo seus nomes reais, locais e interesses, de modo que seus dados e tecnologia devem ser capazes de ajudar o editor web a melhorar a precisão de segmentação dos seus anúncios.

Parceria com Buzzfeed, Vox Mídia e ATTN:

O Facebook assinou acordos com criadores de notícias e entretenimento focados geração millennial (pessoas nascidas após o ano de 1982) como: Vox Media, BuzzFeed, ATTN, Group Nine Media e outros para fazer shows para seu próximo serviço de vídeo, que contará com conteúdo de longa e curta metragem.

O Facebook está planejando dois projetos de entretenimento em vídeo: programas com episódios de 20 a 30 minutos de duração, de sua propriedade; E mais curtos, com ou sem roteiro, com episódios com duração de cerca de 5 a 10 minutos, que não serão de propriedade do Facebook.

Nesse caso, a empresa também entra em uma competição direta com o YouTube, Snapchat, Discover da Alphabet Inc. (GOOGL.O) E redes de televisão tradicionais.

A empresa está focada em trabalhar com agências de notícias e entretenimento que já estão ativos no Facebook e têm um grande público desta geração Millennials. Vox, BuzzFeed, ATTN e Group Nine Media — a holding de Thrillist, NowThis e The Dodo — estão trabalhando em conteúdo de curta duração para o novo serviço do Facebook, disseram as fontes.

Os anunciantes estão interessados ​​em aprender mais sobre o serviço do Facebook e como aparecer na frente do número crescente de espectadores assistindo seus programas favoritos em tablets e smartphones, disse Monique Lemus O’Brien, responsável por media buying (compra de mídia) do The Media Kitchen.

Além disso a plataforma está testando três produtos:  um que direciona usuários em grupos do Facebook ligados à comunidade para notícias locais adicionais. O segundo oferece aos usuários que tornam suas cidades de residência públicas um crachá identificando-os como um local quando comentam as histórias de um editor local e o terceiro ajuda as pessoas a encontrar grupos locais.

Fique atento às novidades em nosso portal e atualize-se, novas ferramentas e produtos de mídia estão surgindo e podem ajudar mais ainda a monetizar o conteúdo do seu negócio.

Inscreva-se em nosso blog e receba todas as novidades em seu e-mail.

Fonte: Reuters e portal Monetização.

Share this Post

Deixe uma resposta